Uma vez Coimbra, para sempre saudade!

Por: Ana Clara Bayer de Paula * 02.08.2015 * FaceBook

Quando pensei em fazer intercâmbio, muitos vieram me perguntar: mas porque Portugal? Hoje eu digo, com toda a certeza, as razões pela qual escolhi e escolheria quantas vezes fosse preciso, Portugal para ser a minha segunda casa!
Há 6 meses iniciou-se a concretização de um grande sonho: estudar na Universidade de Coimbra... Ao chegar, encontrei uma cidade realmente encantadora, sozinha, sem saber como seriam os meses seguintes. Me deparei com uma casa com aproximadamente 30 pessoas que mal sabia eu se tornariam a minha família, os meus irmãos de coração, o meu refúgio e também minha alegria diária... Hoje eu só tenho a agradecer Coimbra, pelos amigos eternos que aqui conheci, pelos encantos que a cada dia me davam mais vontade de permanecer, que a cada viagem eu não via a hora de voltar para cá e correr abraçar cada um que aqui estava... Agradecer também por toda a saudade sentida que me fez dar mais valor em tudo o que ficou me esperando no Brasil. Agora, a que volta não é a mesma que veio, alguns quilinhos a mais, ideias na cabeça, coração cheio de amor e pensamentos concretos... Coimbra, hoje eu te levo comigo no coração e te abraço com a minha alma para que nunca saiam de mim as lembranças maravilhosas dos 6 meses mais intensos da minha vida! Valeu Coimbra, até breve!
"Sentes que o tempo acabou
Primavera da flor adormecida
Qualquer coisa que não volta que voou
Que foi um rio um mar na tua vida
E levas em ti Guardado
O choro de uma balada
Recordações de um passado
O bater da velha cabra
Capa negra de Saudade
No momento da partida
Segredos desta cidade
Levo comigo para a vida
Sabes que o desenho do adeus
É fogo que nos queima devagar
E no lento cerrar dos olhos teus
Fica a esperança de um dia aqui voltar"
(Balada da despedida - Estudantina universitária de Coimbra)

Ana clara 7539400066494506130 n